Diretor do DNIT afirma que órgão não tem verba para modernizar rodovias

Luiz Antônio Pagot explicou que para modernizar os 56 mil quilômetros de estradas, são necessários R$ 30 bilhões anuais durante oito anos; atualmente, o DNIT conta com R$ 10,3 bilhões

DNIT conclui ponte da Transamazônica sobre o Rio Araguaia
Dnit investirá R$ 1,7 milhão em Porto do São Raimundo (AM)
Veículos com mais de 45 toneladas estão impedidos trafegar sobre ponte do Rio das Velhas (MG)

De acordo com Luiz Antônio Pagot, diretor-geral do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), o órgão não tem orçamento para modernizar as rodovias brasileiras. Segundo ele, para modernizar totalmente os 56 mil quilômetros de estradas, são necessários R$ 30 bilhões anuais durante um período de oito anos.  Porém, o orçamento disponível é de R$ 10,3 bilhões.

Além disso, o diretor, que participou de audiência pública na Comissão de Viação e Transportes sobre o andamento de obras em rodovias federais, afirmou que somente 15% das rodovias brasileiras estão em condições insatisfatórias, e que, neste semestre, será licitado um programa de reestruturação de 12 mil quilômetros de rodovias.

Na ocasião, Pagot também ressaltou que é difícil obter licenças para as obras, como as de rodovias que passam por patrimônio histórico, terras de quilombolas, indígenas e áreas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“Muitas vezes, as licenças são suspensas por qualquer detalhezinho bobo. É uma caverna aqui ou uma movimentação de aldeia indígena ali. Até quando nós vamos conviver com isso?”, questionou.
Com informações da Agência Câmara

COMMENTS