Santos Brasil teve movimentação de cargas 30,2% maior em 2010

Operadora anunciou balanço positivo de 2010, com receita líquida de R$ 865,5 milhões

Shell e Cosan se juntam e criam a marca Raízen
MAN Latin America abre processo seletivo para Programa de Trainees 2011
Mercedes-Benz lidera vendas de pesados em janeiro

A operadora de contêineres Santos Brasil teve um crescimento de 30,2% no volume movimentado nos três terminais administrados pela empresa (Tecon Santos-SP, Tecon Imbituba-SC e Tecon Vila do Conde-PA) em 2010, batendo a marca de 1.416.089 TEUs.

Já o volume de contêineres armazenados chegou a 182.900, o que representa crescimento de 53,1%, na comparação com 2009. Os serviços prestados no Terminal de Veículos (TEV) também foram ampliados em 72,5% em 2010.

O principal motivo do alto desempenho é o maior fluxo de importação de veículos em relação ao ano anterior, impulsionado pelo crescimento da economia brasileira.

Trimestre

No último balanço de 2010, entre os meses de outubro e dezembro, o volume operado pelos terminais da Santos Brasil chegou a 274.339 – 34,6% a mais em relação ao mesmo período de 2009. O crescimento da movimentação dos contêineres cheios foi de 31,8%.

O volume de contêineres armazenados nesse período foi de 60.896, aumento de 55,1%. O aumento destes números foi impulsionado pela forte demanda doméstica por produtos estrangeiros, e o consequente fluxo de cargas importadas.

A empresa oferece serviços de logística desde 2008, e, em novembro de 2010, ampliou suas operações com a inauguração do Centro de Distribuição em São Paulo, fechando dois novos contratos que contemplam serviços do porto até a distribuição.

Com isso, a receita com operações de logística obteve crescimento de 42,3% no último trimestre. O diretor administrativo e superintendente da Santos Brasil Logística atribui o resultado ao esforço comercial da companhia na área de serviços de logística integrada com o objetivo de atender principalmente os clientes que utilizam o porto.

Desempenho financeiro

A Santos Brasil registrou uma receita líquida de R$ 865,5 milhões em 2010, com alta de 31% frente ao resultado de 2009. Diante dos bons resultados, a empresa deverá manter seus investimentos destinados à expansão e melhoria das operações, que no ano passado somaram R$ 195,8 milhões.

No trimestre, a receita líquida chegou a R$ 260 milhões, com aumento de 45,8% em relação ao mesmo trimestre de 2009. Os investimentos neste período foram de R$ 75 milhões, principalmente destinados para obras de ampliação dos berços 1 e 2 do Tecon Imbituba.

Para este ano, a Santos Brasil estima crescer 13% no volume movimentado no cais, batendo a marca de 1.600.000 TEUs. Os investimentos para 2011 deverão ser da ordem de R$ 138 milhões, sendo a maior parte destinada para obras de expansão em Imbituba e aquisição de novos equipamentos portuários para a operação de santos. A finalização do berço de atração em Imbituba está prevista para o primeiro semestre de 2011.

COMMENTS