Governo proíbe caminhões grandes em rodovias federais durante feriados

De acordo com medida publicada nesta quarta-feira (23/2) no Diário Oficial, os veículos não poderão transitar em rodovias federais de pista simples nos feriados

Motoristas embriagados que causarem acidentes com morte serão punidos com mais rigor
Por que acontecem acidentes com caminhões?
Mortos e incapacitados no trânsito

O Departamento de Polícia Rodoviária Federal vai restringir o trânsito de veículos longos nos trechos de pista única das rodovias federais em feriados nacionais. A medida foi publicada nesta quarta-feira (23/2) no Diário Oficial da União.

De acordo com a portaria, ficam proibidas de circular nas BR’s as CVC – Combinações de Veículos de Carga (caminhões que puxam dois ou mais reboques); CTV – Combinações de Transporte de Veículos (caminhões cegonha); e CTVP – Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (veículos que transportam cargas indivisíveis ou de dimensões diferenciadas). A restrição vale para veículos com ou sem AET (Autorização Especial de Trânsito).

São feriados nacionais as seguintes datas: 1º de janeiro (Confraternização Universal), 21 de abril (Tiradentes), 1º de maio (Dia Mundial do Trabalho), 7 de setembro (Independência do Brasil), 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida), 2 (Finados) e 15 de novembro (Proclamação da República) e 25 de dezembro (Natal).

A Polícia considerou o crescimento no fluxo de veículos nas rodovias durante os feriados, e, consequentemente, o aumento do risco de acidentes nessas datas. O descumprimento da proibição é considerado infração grave, com punição de cinco pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69.

A portaria ainda determina que, dependendo das condições de trafegabilidade da rodovia, o dirigente regional da Polícia Rodoviária Federal pode flexibilizar o trânsito dos veículos.

COMMENTS