Principais rodovias paulistas terão monitoramento eletrônico OCR

Sistema de reconhecimento de caracteres ótico auxiliará a Polícia Rodoviária na detecção de veículos que estiverem com o licenciamento irregular

Brasil Kirin promove 3º Momento do Caminhoneiro
Período de restrição a caminhões na rodovia Castello Branco (SP) é estendido
Nova ligação ao Porto de Guarujá (SP) começa a ser construída

Com um investimento da ordem de investiu R$ 6,5 milhões, as 24 principais rodovias paulistas terão fiscalização reforçada a partir desta segunda-feira (29/11). Nesta data, o Governo do Estado de São Paulo passa a realizar a detecção de veículos de todos os Estados brasileiros que estiverem com o licenciamento irregular.

O procedimento será executado por meio do sistema de monitoramento eletrônico OCR (da sigla em inglês Optical Character Recognition – Reconhecimento Ótico de Caracteres), que é composto por 42 radares inteligentes. Após abordagem policial, os veículos irregulares serão multados e levados a um pátio, onde ficarão recolhidos até que o licenciamento seja regularizado.

Em quatro segundos, os radares inteligentes fazem a leitura das placas dos veículos, examinam o banco de dados e, em seguida, repassam as informações para a Polícia Militar Rodoviária. O sistema está conectado online aos bancos de dados das Secretarias Estaduais da Fazenda, dos Transportes e da Segurança Pública, da Polícia Rodoviária Estadual, do Departamento Estadual de Trânsito e do Serpro – Serviço Federal de Processamento de Dados.

O monitoramento OCR já ajuda a Polícia reconhecendo veículos roubados, furtados ou com pendência judicial que circulam pelas rodovias estaduais de São Paulo. Além disso, o equipamento também é capaz de fiscalizar a velocidade dos veículos. Outra aplicação do equipamento é na fiscalização do rodízio municipal veicular na cidade de São Paulo, com os LAP, Leitores Automáticos de Placas.

“Os radares inteligentes funcionam como uma excelente ferramenta de gestão. Eles estimulam os motoristas a terem sempre a documentação dos seus veículos em dia, e também incentivam a obediência às velocidades permitidas nas estradas”, afirma Mauro Arce, secretário dos Transportes do Estado de São Paulo.

Em meados de dezembro, já será possível fazer um balanço do impacto no índice de recuperação de veículos roubados, furtados ou com pendências judiciais.

COMMENTS