Aéreas apostam em ações para acelerar a venda de passagens

A TAM Linhas Aéreas acaba de anunciar parceria com Itaú Unibanco para oferecer aos correntistas do banco o parcelamento de passagens em até 48 vezes, de acordo com o perfil do cliente

ALL retoma obra em junho
Regras vão encarecer a profissão de motoboy
Marcopolo faz consulta para diminuir jornada de trabalho

As líderes do setor aéreo nacional seguem com as estratégias para acelerar a venda de passagens e, especialmente, abocanhar uma fatia do consumidor de renda mais modesta. É o caso da TAM Linhas Aéreas, que acaba de anunciar parceria com Itaú Unibanco para oferecer aos correntistas do banco o parcelamento de passagens em até 48 vezes, de acordo com o perfil do cliente.

“As pessoas que têm conta bancária e crédito disponível poderão comprovar que as viagens de avião permitem economizar tempo e dinheiro na comparação com as de ônibus, que em percursos de mais de 1.000 quilômetros duram de dois a três dias apenas no trecho de ida”, justificou Líbano Barroso, atual presidente da TAM

Esta é a segunda parceria da companhia com uma instituição bancária. Recentemente, ela fez um acordo junto ao Banco do Brasil para ofertar bilhetes com o pagamento em até 36 meses.

A TAM afirma que as ações fazem parte da estratégia da empresa em ampliar o acesso as viagens de avião e confirma a pretensão em fechar novas negociações com outros grandes bancos nos próximos meses.

Varejo

A Gol Linhas Aéreas, que se qualifica como ” a maior companhia

aérea de baixo custo e baixa tarifa da América Latina”, inaugurou sua primeira loja do VoeFácil para venda de passagens na capital paulista. “As lojas foram projetadas para aumentar a presença da GOL entre a nova classe média, oferecendo passagens aéreas a preços competitivos aos ônibus interestaduais”, explicou Eduardo Benardes,, diretor comercial da empresa aérea.

No ponto de varejo, localizado no Largo 13 de Maio, zona sul de São Paulo, os consumidores terão acesso ao parcelamento do pagamento em até 36 vezes, o que de acordo com a empresa, não é uma facilidade oferecida pelos ônibus interestaduais. “O transporte aéreo reduz dias de viagem em apenas algumas horas, com muito mais conforto e qualidade de serviço”, colocou o diretor comercial, deixando clara a estratégia.

O local escolhido pela Gol para instalar sua primeira loja é uma área comercial de classe média e tem um trânsito diário de aproximadamente um milhão de pessoas.

Para 2010, a Gol tem planos de ampliar o sistema, com a abertura de pelo menos mais duas lojas, já que o País tem ainda cerca de 90 milhões de pessoas que podem pagar uma passagem de avião, mas não o fazem.

Link para a matéria original

COMMENTS