Ford lança nova linha Cargo com expectativa de crescimento

Presente na Fenatran 2009, a Ford Caminhões apostou no lançamento da nova linha Cargo e de suas vans Transit para atrair compradores e fechar o ano com 19,3% de participação no mercado sul-americano

Bunge compra 82 caminhões Volkswagen
Financiamento pelo PSI poderá ser solicitado até 27 de novembro
Exportações de soja em grão sobem 96,3% em fevereiro

fenatran-ford-cargo

Apresentando a nova linha Cargo e as vans Transit para aplicações urbanas, a Ford Caminhões teve uma participação marcante na Fenatran 2009. De acordo com a empresa, a meta é fechar 2009 com forte presença no Brasil e em toda a América do Sul, apostando em novas tecnologias para chegar a uma participação de mercado de 19,3% até o final do ano.

“A presença dos caminhões da Ford foi a que mais cresceu num mercado altamente competitivo, onde os clientes buscam cada vez mais a versatilidade e uma boa relação custo-benefício nos produtos. Em vendas, o mercado brasileiro de caminhões deve fechar 2009 com cerca de 105 mil unidades negociadas e a Ford alcançará uma participação de 19,3% no Brasil,” afirma Cláudio Terciano, gerente de Vendas da Operações de Caminhões.

Os novos modelos da Linha Cargo são o 2628e, o 2622e e o 1722e com tomada de força traseira para a instalação de betoneira e compactador de lixo, e o 1832e, um caminhão-plataforma rodoviário para uso com sistema de duas carrocerias, popularmente conhecido, no Brasil, como “romeu-julieta”. Para toda a Linha Cargo, foram também incorporados novos itens no design externo da cabine.

Mercado de Vans

Exclusivamente no mercado brasileiro, a presença da Ford no segmento de vans, no qual não atuava até a chegada da Transit, tem sido expressiva. “Em menos de um ano no mercado nacional a Transit obteve significativa de participação de 7%. A perspectiva é de melhorarmos ainda mais nossa participação no segmento de vans este  ano. E com a nova versão Chassi-Cabine, que estará disponível em 2010, a linha Transit aumentará sua versatilidade de aplicações”, explica Terciano.

Perspectivas

O aquecimento do mercado nacional nos últimos três meses de 2009 traz uma expectativa de recuperação do segmento de transporte, de acordo com Oswaldo Jardim. “Estamos preparados para entregar o volume que o mercado demandar. No Brasil, as ações de apoio do governo ao segmento de caminhões começaram a surtir efeito, principalmente a partir de agosto, com a redução das taxas de financiamento do BNDES/Finame. É o maior programa de incentivo jamais feito no segmento de caminhões e ajudou o Brasil a se diferenciar de outros países”.

Outros fatores que criam expectativa positiva são a retomada do PAC (Plano de Aceleração de Crescimento) em 2010, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, criando impacto positivo no PIB brasileiro.

Por: Leonardo Helou Doca de Andrade – Redação Portal Transporta Brasil

Leia mais notícias sobre a Fenatran:

Pósitron lança soluções inéditas de telemetria e segurança para carga na Fenatran

Julio Simões anuncia compra do primeiro lote de caminhões MAN na Fenatran

Mercedes-Benz apresenta o novo Actros na Fenatran

Scania comemora mais de 600 unidades vendidas na Fenatran

Iveco aposta na sustentabilidade ecológica com novo motor movido a álcool

COMMENTS