TI Verde II

A TI Verde é uma ótima forma de economizar em energia elétrica, em manutenção de equipamentos e ainda é saudável para o meio ambiente

Projetos errados
Convênio ICMS CONFAZ 59/2012 e o parcelamento das empresas em recuperação judicial
Inicie 2009 com objetivos bem definidos

Sumário Executivo

  • Leitura dispensável para os que já conhecem os conceitos de TI Verde
  • A TI Verde é uma ótima forma de economizar em energia elétrica, em manutenção de equipamentos e ainda é saudável para o meio ambiente
  • Conhecer os conceitos ajudará na adoção de práticas sustentáveis
  • Alguns números e curiosidades que nos deixam de boca aberta

Introdução

No artigo anterior, meu objetivo foi apenas chamar a atenção do público para o tema TI VERDE, tanto é que foi um texto com uma visão macro que não detalhou ou definiu o que era ou para que servia este conceito que já tem proporções mundiais.

Após a palestra do mestre Denis Augusto, proferida durante a reunião da COTIN (Comissão da Tecnologia da Informação do SETCESP) no dia 18 de Setembro, meu interesse pelo tema aumentou muito mais. Fiquei impressionado com o conteúdo que esta terminologia pode oferecer. É um campo imenso e ainda pouco explorado. Trata-se de um conceito que tem a ver muito com o nosso dia a dia (independente da profissão), com o nosso futuro e com uso consciente de recursos que existem em abundância, mas podem ficar escassos ou afetar o meio-ambiente de forma rápida.

Definição

Entender o que é TI VERDE é muito simples. Basta você responder algumas perguntas para seus próprios hábitos, exemplos:

  • Você sabe qual foi a destinação de todas as baterias dos celulares que você já usou e descartou ?
  • Você realmente precisa das luzes acesas por 24 horas numa sala que é freqüentada duas ou três vezes por dia ?
  • Você conhece o melhor meio de usar o ar condicionado ou você entende que isso é um problema da empresa ?
  • Dezenas de outras perguntas deste tipo podem ser feitas e as reações serão sempre de incredulidade no seu próprio hábito de consumo.

Veja que são questões que não estão necessariamente ligadas ao uso ou aplicação da tecnologia propriamente dita. Tratam de um outro tipo de visão para o Gestor de TI. Saber usar não é mais suficiente, é necessário saber usar na plenitude mas de modo correto. E quando ficar obsoleto, devemos saber descartar. Neste artigo, vamos falar de algumas técnicas de uso consciente, de alguns cases de sucesso, de números estratosféricos e de estatísticas interessantes. São todos dados que estão à disposição de todos, mas nem sempre estamos dispostos a consultá-los e a entender o porque são importantes para nós.

A Wikipédia (a enciclopédia livre) define TI VERDE de forma simples:

TI VERDE nada mais é do que a prática sustentável de produção, gerenciamento e descarte dos equipamentos eletrônicos, bem como economia de energia elétrica  (28/09/2009).

Virtualização

O especialista em Comunicações, Sr. Ethevaldo Siqueira, apresentou uma estatística (durante um workshop de TI no SETCESP) que mostrava que um usuário normal usa cerca de 4% a 5% do potencial de processamento de um PC, que programadores ou profissionais mais técnicos conseguiam usar no máximo 10% deste potencial. Apenas os profissionais de mídia, designers e de editoração eletrônica é que conseguem usar mais de 50%, devido ao uso intensivo de imagens, vídeos e áudios. Isso significa que em qualquer empresa de usuários normais temos mais de 90% de ociosidade no uso dos computadores, sem falar que nem todos trabalham 24 horas por dia e 7 dias por semana. Os provedores de soluções olharam para este cenário e disserram: Será que não há uma forma de diminuir esta ociosidade?  Depois de alguns anos de estudo, o resultado está aí, disponível para todos, simples, fácil de usar e chama-se: VIRTUALIZAÇÃO de máquinas.

A virtualização, além de ser uma solução para a ociosidade é uma ótima forma de economizar em investimentos em TI, em manutenção de computadores, em energia e automaticamente diminui o impacto ambiental, pois podemos trocar 2 ou 3 (ou até mais) computadores por apenas 1.

Meio ambiente

Veja o consumo de matéria prima para para produção de um monitor comum de 17″, os chamados CRT (cathode ray tube, tubo de rios catódicos ou cinescópio) ou como é mais conhecido monitor de tubo:

  • 240 kg de combustíveis fósseis
  • 22 kg de produtos químicos
  • 1,4 mil litros de água

Além do alto consumo de recursos naturais para produção, quando descartado no meio ambiente este modelo libera substâncias químicas (chumbo e mercúrio são algumas delas) que podem afetar o solo.

É claro que um monitor de LCD também consome matéria prima para ser produzido, mas os fabricantes garantem que a quantidade é muito menor, sem o uso intensivo de produtos químicos, o que gera um impacto menor no meio ambiente tanto para produção quanto para o descarte.

Um monitor de LCD (liquid crystal display, monitor de cristal líquido) consume 1/3 da energia quando comparado com um CRT e cansam muito menos a vista, pois são anti-reflexivos, emitem pouco (ou nenhuma) radiação,

Segundo a IDC, em 2008 foram vendidos mais de 6 milhões de computadores somente no Brasil. É fácil imaginar que daqui a três ou quatro anos (ou que sejam dez), estes equipamentos serão considerados obsoletos. Sem falar em impressoras, celulares, MP3 players, GPS e outros aparelhos eletrônicos. Será que teremos aterro para todo este e-waste (lixo eletrônico) ? Incinerar também não é recomendável, pois os gases liberados pela incineração são tóxicos e podem provocar doenças gravíssimas.

Curiosidade

  • Uma pesquisa revelou que uma simples consulta no Google consume o equivalente a uma chaleira de água, considerando a energia dos servidores do Google somada a energia do computador do usuário em condições normais. Claro que a consulta é extremamente rápida, mas devemos somar o tempo que o usuário leva analisando o resultado e até navegando por outros links.

É apenas uma curiosidade, não devemos parar de aprender pesquisando.

Soluções

Existem soluções simples que estão ao alcance de todos, mas por má divulgação ou falta de consciência nem todos usam, por exemplo:

  • Você sabia que é possível configurar o sistema operacional de sua máquina para desligar automaticamente o monitor após X minutos sem uso ?
  • Sabia que também é possível fazer o mesmo com drive de CD para que diminua a rotação enquanto não estiver sendo usado ?
  • Será que é mesmo necessário deixar micros, impressoras, scanners e outros equipamentos ligados o dia todo ?
  • Sabia que é possível colocar os servidores de comunicação, segurança, câmeras, rastreadores, aplicações e outros numa mesma máquina usando a virtualização ?
  • Sabia que existem selos (por exemplo, Energy Star) que indicam quais equipamentos são projetados para consumir menos energia ?
  • O sistema de refrigeração em sua empresa foi projetado ? Corretamente ? Isso pode trazer inúmeras vantagens para você e para o meio ambiente.
  • Conheça os conceitos de digitalização de documentos e verás o quanto podes economizar com papel e energia
  • Quando a impressão for realmente fundamental, use frente e verso do papel
  • Crie controles e cotas de impressão e cópias. Pergunte-se: será que tudo que é impresso é realmente necessário ?
  • Conheça e dê preferência para fornecedores que estejam realmente praticando os conceitos de TI Verde, o ganho será de todos
  • Adote a TI Verde antes que a seleção natural do mercado exclua você. Conquiste uma certificação, como a ISO 14001, que você será bem visto pelo mercado
  • Os thin-clients podem ser uma ótima alternativa para reduzir o consumo de energia e ao mesmo tempo controlar os documentos pela rede da empresa

Fornecedores

O objetivo da lista abaixo não é recomendar ou fazer propaganda de alguma marca, é apenas destacar empresas que já tomaram iniciativas interessantes:

  • Dell, já produz equipamentos sem chumbo
  • HP, recicla cartuchos e reaproveita embalagens
  • Motorola, recicla baterias e seus telefones já são isentos de chumbo e mercúrio
  • IBM, investimento de US$ 1 bilhão na construção e reforma de data centers eficientes e vitualização de servidores
  • Unisys, afirma trocar 10 servidores por 1 usando a virtualização
  • Itautec, investiu R$ 3 milhões na nova linha de produção para computadores sem chumbo e  adotou políticas de reciclagem de suas máquinas
  • Coca-Cola, Ford, Nestlé e Procter-Gamble são exemplos de empresas que possuem um vice-presidente de sustentabilidade
  • Cani Informática, possui um sistema interessante de controle de impressão

Fontes

Palestra do Sr. Ethevaldo Siqueira, julho 2007, SETCESP
Revista Linux Magazine, dezembro 2008, TI Verde – matéria de capa
Palestra do Sr. Denis Augusto, setembro 2009, SETCESP
Revista Sustentabilidade, setembro 2009, http://www.revistasustentabilidade.com.br/s02/eficiencia-energetica/green-it
Livro Green IT, de Anselmo Lucas, UNICID
Wikipédia, a enciclopédia livre
Experiências e práticas do autor deste artigo

Obrigado pela leitura e até a próxima!

Anírio Neto é gerente de TI do Rápido 900
neto@transportabrasil.com.br

Visite o perfil do articulista

É proibida a reprodução do conteúdo deste artigo em qualquer meio de comunicação,eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Portal Transporta Brasil. As opiniões emitidas nos artigos são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do Portal Transporta Brasil.

COMMENTS