Setor de Transportes terá R$ 10 bi em investimentos para Copa e Olimpíadas

Para a população carioca, um dos temas também relacionados aos Jogos Olímpicos que mais interessa é o sistema de transportes proposto pelo Comitê Rio 2016

China pode se converter no maior mercado da DHL
Motocicletas poderão ter velocidade limitada a 60 km/h
UE adota plano para melhorar transporte marítimo europeu

Para a população carioca, um dos temas também relacionados aos Jogos Olímpicos que mais interessa é o sistema de transportes proposto pelo Comitê Rio 2016. Para a maior festa esportiva do mundo, o setor de transportes do Rio de Janeiro vai receber cerca de R$ 10 bilhões, o equivalente a 40% de todo o valor previsto para as obras de infraestrutura.

O secretário de Transportes, Julio Lopes, comentou em entrevista à Rádio CBN os investimentos que o Governo do Estado tem feito no setor, bem como a parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro em favor de um transporte público mais eficiente.

– O setor de transportes é o que mais necessita de obras de infraestrutura para sua adequação ao projeto olímpico. Estamos confiantes de que ele será bem-sucedido em função da forma como foi concebido, ou seja, em perfeita superposição entre as necessidades do município e do estado do Rio e do desenvolvimento natural da Região Metropolitana, inclusive com o projeto Copa do Mundo 2014 – assinalou o secretário.

Para Julio Lopes, o governo elaborou um projeto realista e funcional, uma vez que ele é exatamente a projeção do crescimento da Região Metropolitana e de suas necessidades de mobilidade de transportes. E, segundo o secretário, os investimentos na execução do projeto já estão sendo feitos.

– No estado, por exemplo, já compramos 114 novos carros para o metrô e 120 novos carros de trem, ou 30 novos trens para a Supervia, que começarão a ser entregues a partir de dezembro do ano que vem. Além disso, estamos fazendo a obra da Linha 1A, que vai trazer os usuários da Linha 2 para a Linha 1, sem a baldeação do Estácio, direto para a Central do Brasil, e inauguramos agora em dezembro a nova estação de metrô Ipanema, um sonho da sociedade do Rio há mais de 30 anos. Essas obras estão em ritmo acelerado, assim como a organização do corredor de ônibus na Avenida Brasil, por onde passam mais de 800 mil pessoas por dia – enumerou Julio Lopes.

O secretário destacou que são muitas obras de infraestrutura em andamento e, segundo ele, perfeitamente coincidentes com os projetos que vão atender tanto a Copa do Mundo quanto a Olimpíada de 2016.

COMMENTS