Estado discute investimentos para modernizar o Porto de Maceió

Cerca de R$ 40 milhões devem ser investidos por meio da Petrobras. Governador Teotonio Vilela Filho vai pleitear recursos juntos ao governo federal

GranBio inaugura em Barra de São Miguel (AL) estação para desenvolvimento de biocombustíveis
Azul e Trip ajustam operações para o Sul e Nordeste do país
Terminal de cargas do aeroporto de Maceió (AL) passa a operar 24h

Ocorreu esta semana, reunião entre o governador de Alagoas Teotonio Vilela Filho, o administrador do Porto de Maceió, Petrúcio Bandeira e o secretário do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística, Luiz Otavio Gomes. O encontro tratou de investimentos para obras de modernização do Porto.

As intervenções na área física e de equipamentos do Porto ocorrem mesmo sendo federalizado. Desde o início do governo, em 2007, que a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística (Sedec) e a administração do Porto desenvolvem projetos para a realização de obras, para tornar apto a receber embarcações de maior capacidade.

Foi apresentada ao governador Teotonio Vilela Filho a possibilidade da Petrobras investir cerca de R$ 40 milhões, aumentando 100% a capacidade de tancagem (armazenamento em tanques). Com essa informação, o governador solicitou o agendamento de audiência com o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, com a presença do secretário e do administrador, para discutir a consolidação dessa proposta.

Na ocasião, também foi tratada a proposta sobre a realização da dragagem do terminal de granéis líquidos, sendo um investimento de aproximadamente R$ 23,5 milhões. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, o projeto desta obra já se encontra no Ministro da Casa Civil, pois já possui parecer favorável do comitê do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Está faltando a articulação política que será feita pelo governador de Alagoas, pois esta será uma conquista de fundamental importância para o desenvolvimento do estado”, disse o secretário.

Outro tema da reunião foi a obra de aprofundamento do calado do Porto de Maceió que hoje possui 10,5 metros aumentando para 14 metros de profundidade, com investimentos de R$ 50 milhões, com previsão para iniciar no próximo ano. E para que isso ocorra com agilidade, de acordo com Luiz Otavio Gomes, o governador deverá manter contato com o presidente Lula, que se comprometeu em finalizar as obras garantidas pelo PAC até junho de 2010, podendo também ocorrer, caso o governador Teotonio Vilela consiga junto à Casa Civil a inserção do projeto no Orçamento da União de 2010 de forma extraordinária.

O governador disse estar satisfeito com o trabalho em conjunto entre o governo do Estado, através da Sedec, e a administração do Porto de Maceió com o mesmo objetivo de promover o desenvolvimento econômico e social. (Débora de Brito-Agência Alagoas)

Veja matéria original

COMMENTS