Gol tem maior fluxo de passageiros desde a compra da Varig

De acordo com a empresa, fatores como o período de férias escolares em julho, aliado ao aumento da oferta de assentos disponíveis com baixas tarifas, entre outros ajustes estratégicos

TAM se destaca entre empresas do setor aéreo
Caminhão pesado puxa alta das vendas das montadoras
CNI pede mais rapidez na redução da Taxa Selic

A Gol Linhas Aérea Inteligentes registrou aumento de demanda em sua malha aérea pelo quarto mês consecutivo, mesmo em um cenário de avanços e recuos na demanda de passageiros este ano, por conta da turbulência econômica. De acordo com a empresa, fatores como o período de férias escolares em julho, aliado ao aumento da oferta de assentos disponíveis com baixas tarifas, entre outros ajustes estratégicos, determinaram esse panorama, e que o volume de passageiros por quilômetro transportados (RPK) no mês passado tivesse essa alta em relação a junho de 2009.

No período observado, a companhia apresentou a maior taxa de ocupação desde a compra da Varig, quando chegou aos 71,5% de lotação dos voos, contra os 64,7% vistos em julho de 2008. O índice também elevou se comparado com os 63,8% de ocupação, registrados em julho deste ano. Já no mercado internacional o índice de ocupação foi mais modesto, 49,5% em julho de 2009.

“Devido a estes fatores, tivemos um aumento no RPK de 7,4% em comparação a julho de 2008 e de 20,3% versus junho deste ano”, descreveu o documento oficial da companhia. Entre as ações pensadas para geração operacional de caixa, a Gol ressaltou o projeto de revitalização de seu programa de milhagem, o Smiles – maior programa da América Latina, com mais de 6,2 milhões de filiados.

TAM

A mudança no conselho administrativo da TAM Linhas Aéreas, empresa líder do setor de transporte aéreo de passageiros, a recente disputa que as empresas abriram de programas de milhagens e a distribuição de vantagens aos clientes indicam como as companhias aéreas brasileiras mantêm esforços para garantir rentabilidade nos negócios.

Enquanto segue as tendências do setor, ao adotar ações como aprimorar seu programa de fidelidade e lançar novas rotas – o mais novo voo é de Foz do Iguaçu (PR) para Belém (PA) -, a TAM se adapta às mudanças que fez em seu conselho administrativo, que segundo fontes do setor causaram embaraço à David Barioni, presidente da companhia. Semana passada, após a renúncia de dois conselheiros, os executivos André Esteves, presidente do grupo BTG e Marco Antônio Bologna (que causou surpresa ao mercado), ganharam assento no conselho, cuja missão é otimizar os passos financeiros da TAM.

A Gol Linhas Aéreas Inteligentes registrou aumento de demanda em sua malha aérea pelo quarto mês consecutivo, tendo a maior taxa de ocupação desde a compra da Varig. (Fabíola Binas – DCI)

Veja matéria original

COMMENTS