Infraestrutura

Duplicação da RS-118 entre a BR-116 e a BR-290 será concluída em 2011

Pelo menos é a promessa do governo do Estado, que nesta semana apresentou cronograma atualizado para executar as obras de duplicação da estrada

17/8/2009

9h13

Diário de Canoas - RS

Clipping

Passados 34 anos desde a inauguração da RS-118, o número de veículos que por lá trafegam todos os dias aumentou de forma avassaladora. Entretanto, a estrada continua a mesma. Mas uma solução concreta está a caminho. Pelo menos é a promessa do governo do Estado, que nesta semana apresentou cronograma atualizado para executar as obras de duplicação da estrada, e quer concluir pelo menos 17 dos 22,5 quilômetros entre a BR-116 e a BR-290 (free way), até fevereiro de 2011.

O secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística, Adalberto Caino Silveira Netto, garante que rodovia terá o alento que merece. “A RS-118 é uma prioridade para o governo do Estado”, reforça. O diretor-geral do Daer, Vicente Pereira, diz que o projeto original sofreu modificações, no sentido de acolher melhor as necessidades da região. “Recebemos da gestão anterior contratos da obra que só previam a construção da nova pista e das ruas laterais. Mas estamos readequando para que se faça as intervenções restantes”, afirma.

A obra está dividida em lotes, mas apenas o primeiro, do quilômetro 21,5 ao 10, é que está com trechos em execução. Desta parte, o trabalho de limpeza de terreno, com 62% concluído, é o que está mais adiantado. Na sequência, está o trabalho de terraplanagem, com 44%, drenagem pluvial com 38%, e a britagem graduada com 36%.Aaplicação de macadame seco está em 19%, e as obras de arte, com 18% prontos. O acabamento é o que está menos concluído. Concreto compactado está com 17%, placas de concreto, com 14%, e asfalto, 5%. O enleivamento e as sarjetas, estão com 2% e 4% prontos, respectivamente. (Gabriel Guedes – Diário de Canoas – RS)

Veja matéria original

  • tv transporta brasil

    TVTRANSPORTABRASIL
  • Publicidade

  • Articulistas

    A incoerência na modificação da Lei 12.619

    Por que mudar? O Dr. Dirceu Rodrigues Alves, especialista em Medicina de Tráfego questiona as mudanças propostas à Lei do Motorista: “Com essa lei oficializam-se jornadas longas, mortes e feridos nas rodovias”

    ISO 28000 e a Gestão de Segurança Patrimonial

    Teanes Carlos Santos Silva publica neste artigo os detalhes da norma ISO 28000 e seu papel para a gestão da segurança patrimonial, atividade crucial para as empresas de todas as atividades

  • Publicidade

  • Publicidade

  • Bolsa de Valores – ADVFN

  • Redes Sociais

    Facebook