Recuperação da BR-304 é autorizada

Ontem à tarde, em meio as comemorações dos 50 anos da Ponte Juscelino Kubitschek, sobre o Rio Jaguaribe, em Aracati, foi autorizado o início das obras de recuperação da rodovia

Roberto Cavalcanti alerta para ‘apagão logístico’ se o governo não investir em infraestrutura
Aéreas apostam em ações para acelerar a venda de passagens
Câmara aprova regulamentação da profissão de motorista

Aracati. “Até que enfim”. Esse é o discurso, quase uníssono, dos motoristas que com freqüência trafegam pela BR-304, ligando o Ceará ao Rio Grande do Norte. Ontem à tarde, em meio as comemorações dos 50 anos da Ponte Juscelino Kubitschek, sobre o Rio Jaguaribe, em Aracati, foi autorizado o início das obras de recuperação da rodovia. O superintendente regional do Departamento Nacional de Infra-Estrutura e Transportes (Dnit), Joaquim Guedes Neto, garantiu que as obras não devem parar pois os recursos já estão garantidos.

“Não vamos tapar buraco, e sim trocar a pavimentação da rodovia. Será resolvido, definitivamente, o problema da estrada precária”, afirma Guedes. São mais de 100Km cheios de buracos, com trechos já sem asfalto, dobrando o tempo de tráfego de quem se dirige do Boqueirão do Cesário, na BR-116, a Aracati ou, inclusive, ao Estado do Rio Grande do Norte.

Além da lentidão no trânsito, há o risco de acidentes e de assaltos. A recuperação da rodovia também vai facilitar o tráfego dos professores de Aracati que trabalham em localidades próximas, como Forquilha e Medeiros, em Beberibe, às margens da 304.

Ampliação da ponte

O trecho da rodovia no Ceará, 102,5Km, será totalmente recuperado, ao custo de R$ 19 milhões. A obra acontecerá literalmente paralela à duplicação da Ponte JK, cuja reforma custará R$ 29 milhões aos cofres públicos. Inaugurada em 27 de julho de 1959, a ponte é praticamente a mesma e será alargada de 9,2 metros para 10,4. Uma nova ponte está sendo construída do lado direito (sentido Fortaleza-Aracati), e terá 466 metros de extensão e 15,8 metros de largura. Das 78 vigas de concreto que farão a base da ponte, 36 estão praticamente concluídas.

Em seguida, o Dnit construirá uma ponte acostada do lado esquerdo da atual, para pedestres e ciclistas. Joaquim Guedes Neto disse que o próximo passo, ainda em planejamento, é a duplicação da BR-304.

COMMENTS