Carga aérea cresce na Lufthansa e Fortaleza ganha novo terminal

Atenta ao aumento desse tipo de demanda, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), vai inaugurar mais um Terminal de Logística de Cargas (TECA), no Ceará

Governo do RJ mapeará infraestrutura logística local visando os próximos 30 anos
Infraero retoma obras da nova torre de controle do aeroporto de Vitória (ES)
Passaredo disponibiliza aeronave para simulação de evacuação de emergência em acidente

As companhias aéreas incrementam cada vez mais suas fontes secundárias de receita para aquecer os negócios, que andam turbulentos por conta da crise econômica. Atenta ao aumento desse tipo de demanda, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), vai inaugurar mais um Terminal de Logística de Cargas (TECA), no Ceará. Já a alemã Lufthansa Cargo, companhia do Grupo Lufthansa, incrementou seus voos diários conectando o Brasil a Frankfurt, atividade que iniciou este mês.

Ao todo, são hoje seis frequêencias semanais da Lufthansa Cargo partindo da cidade de Campinas (interior de São Paulo), mais uma a partir de Curitiba, todas com destino a Frankfurt, na Alemanha – até então eram três por semana.

De acordo com a Lufthansa “a decisão foi motivada pela demanda do mercado brasileiro, principalmente na importação”, informou a empresa em comunicado. Por aqui, além das sete frequências para Frankfurt, a companhia alemã dispões de outras duas, de Campinas até Buenos Aires, na Argentina.

A empresa, que atua tanto com cargueiros quanto com os porões das aeronaves de passageiros para operações de logística, oferece, ainda, espaço nos voos entre São Paulo e Frankfurt e também cinco opções semanais entre São Paulo e Munique, para acomodar encomendas. Ainda segundo a empresa, a partir de agosto a Lufthansa Cargo no Brasil atenderá a cidade de Curitiba com duas frequências por semana.

Mundialmente, a Lufthansa trabalha com 19 cargueiros e mais 300 aviões de passageiros, que também atendem os serviços de carga em seus porões. A companhia se diz uma das maiores transportadoras de cargas aéreas do mundo, com mais de 4,6 mil funcionários, além de operar 500 destinos.

Terminal

De olho na ampliação das cargas por parte das empresas aéreas, a Infraero, que administra hoje 67 aeroportos no País, investiu cerca de R$ 39 milhões para inaugurar o Terminal de Logística de Cargas (TECA), localizado no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza (CE).

Voltado à operações de importação e exportação, as instalações têm aproximadamente nove mil metros quadrados de área construída e capacidade de armazenamento para até cinco mil toneladas em cargas.

“O novo Terminal vai impulsionar as exportações e importações do Ceará, desenvolvendo a economia do Estado”, destaca o superintendente do Aeroporto Internacional Pinto Martins, Sérgio Fernandes Baltoré.

Entre os equipamentos instalados, o novo Terminal conta com três câmaras frias para peixes, frutas e flores, parte dos principais itens de exportação do Ceará – a nova área comporta nove aviões.

Em 2008, o aeroporto movimentou mais de três mil toneladas de carga, sendo que a maior parte da carga vinda das regiões dos Estados Unidos, China, Suíça, Itália e Alemanha. Enquanto na exportação os produtos saíram para os Estados Unidos, Holanda, Inglaterra, Portugal, França, China e Japão. (Fabíol Binas – DCI)

Link para a matéria

COMMENTS