Aéreo

Governo capixaba cancela 80 mil multas de trânsito

As multas serão canceladas automaticamente, e serão retiradas do sistema até o dia 11 de maio. Mas quem já pagou poderá solicitar o ressarcimetno ao Detran também a partir desta data

28/4/2009

17h22

A Gazeta - ES

Clipping

O governo do Espírito Santo decidiu cancelar cerca de 80 mil multas por excesso de velocidade aplicadas aos motoristas que trafegaram na Rodovia do Sol (ES 060), no trecho entre Vila Velha e Guarapari, desde o dia 20 de outubro de 2008. A medida só vale para os motoristas que atingiram até 20% do limite da velocidade permitida na via.

As multas serão canceladas automaticamente, e serão retiradas do sistema até o dia 11 de maio. Mas quem já pagou poderá solicitar o ressarcimetno ao Detran também a partir desta data. O Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES) não soube informar o número de condutores autuados.

Segundo o assessor técnico do governo, Marcelo Ferraz, a desinformação dos motoristas, que concentraram um grande volume de multas, levou à decisão do cancelamento. “O caráter educativo e não arrecadatório deve prevalecer. As pessoas ainda se confundem na transição do sinal verde para o amarelo, e acabam acelerando. Alguns motoristas chegaram a receber até 40 multas”, explica.

Trafegar 20% acima da velocidade permitida na via é considerado infração média, e passível de ser convertida em advertência, segundo Ferraz.

A medida vai valer até o dia 30 de maio, quando os equipamentos Detects passarão a registrar todos os tipos de infração novamente, como tráfego na contramão de direção, parada sobre a faixa de pedestres e avanço de semáforo (exceto entre 23h e 5h).

O diretor de Transportes do DER-ES, Gildevan Fernandes, também anunciou que o órgão vai implantar temporizadores e indicadores de velocidade nos trechos monitorados e também está prevista uma nova campanha educativa.

Em meados de novembro de 2008, o Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) decidiu anular mais de 85 mil multas por excesso de velocidade na Rodovia ES 010, na Serra. Dos 700 condutores que pagaram as autuações, 400 foram ressarcidos. O restante deve ter a situação regularizada até o dia 11 de maio.

Farmacêutico foi multado 19 vezes no local – O farmacêutico Amaury Delvaux Zacaron foi um dos primeiros motoristas a recorrer das multas aplicadas pelos radares na Rodovia do Sol. Ele foi multado 19 vezes por excesso de velocidade. O motorista reclama da confusão das placas e de velocidade na via. “Há uma indústria de multa no trecho. Além da campanha educativa, o governo precisa ouvir quem trafega pelo local”, diz Amaury, que formou uma comissão de usuários da Rodosol para reivindicar mudanças no trecho.

Onde estão os radares

Km 6,9: Próximo ao Ki-Pizza
Km 7,2: Próximo ao Hotel Faraoh
Km 8,4: Próximo ao Posto Milenium
Km 8,6: Próximo à loja Pau D?Arco
Km 9,6: Próximo à Embratel
Km 14,1: Próximo ao Parque Jacarenema
Km 14,5: Próximo ao Motel Las Vegas
Km 15: Próximo à União engenharia
Km 15,3: Próximo à Brasil Exportação
Km 16: Próximo à Granjeiro Alimentos
Km 23,8: Ponta Fruta, Vila Velha, sentido Guarapari
Km 24: Ponta Fruta, Vila Velha, sentido Vila Velha
Km 25,2: Próximo ao Material de Construção Vimercati
Km 50,2: Entroncamento com a ES 480, Guarapari -sentido Meaípe.
Km 50,4: Entroncamento com a ES -480, Guarapari – sentido Retorno BR 101

Como fazer – Se já pagou a multa:

Ressarcimento. O motorista que efetou o pagamento de multa com velocidade de até 72 km/h em via onde o limite era de 60 km/h, e que passou a 96 km/h em rodovia, com limite de 80 km/h na ES 060, deve procurar qualquer Ciretran ou mesmo a sede do Detran para solicitar o ressarcimento a partir do dia 11 de maio

Prazo: Não foi fixado prazo para o ressarcimento. Apenas o proprietário do veículo, ou uma pessoa de posse de uma procuração, poderá receber o dinheiro de volta

Se não pagou a multa:

Cancelamento: Aqueles que foram multados, mas não pagaram nem entraram com recurso terão a multa cancelada no sistema até o dia 11 de maio

Anulação: Para confirmar a anulação da multa, o motorista poderá consultar o site do Detran, (www.detran.es.gov.br), por meio do número da placa e do Renavan.

  • CONTEÚDO DE REFERÊNCIA
  • Publicidade

  • Articulistas

    A incoerência na modificação da Lei 12.619

    Por que mudar? O Dr. Dirceu Rodrigues Alves, especialista em Medicina de Tráfego questiona as mudanças propostas à Lei do Motorista: “Com essa lei oficializam-se jornadas longas, mortes e feridos nas rodovias”

    ISO 28000 e a Gestão de Segurança Patrimonial

    Teanes Carlos Santos Silva publica neste artigo os detalhes da norma ISO 28000 e seu papel para a gestão da segurança patrimonial, atividade crucial para as empresas de todas as atividades

  • Publicidade

  • Publicidade

  • Bolsa de Valores – ADVFN

  • Redes Sociais

    Facebook