China compra minério e aquece o transporte

China compra minério de ferro do Brasil para compensar a queda da mineração do produto na Austrália

Projeto susta resolução do Contran sobre registro de multas
Marcopolo e Scania vão fornecer 143 ônibus para África do Sul
Governador autoriza recuperação da rodovia entre Atalaia e BR-376 (PR)

A China, maior produtora mundial de aço, está comprando mais minério de ferro do Brasil para compensar a queda da mineração do produto na Austrália, disse o investidor do setor de transporte marítimo Nobu Su.

“Estamos vendo a China comprando (minério) de todo lugar”, disse Su, principal executivo e fundador da TMT Co., sediada em Taipé, em entrevista concedida na sexta-feira em Londres. A mudança da Austrália para o Brasil é significativa para o mercado de transporte marítimo porque a viagem é três vezes mais longa, disse ele.

Su previu no início de abril que os preços das commodities avançariam em um momento em que os governos gastam trilhões de dólares para impulsionar suas economias. A TMT opera uma frota de cerca de 130 embarcações, metade das quais transporta carvão, minério e grãos.

Redução nos preços

A Companhia Vale do Rio Doce, maior produtora mundial de minério de ferro, disse semana passada que reduziu os preços em 20%, comparativamente aos níveis de 2008. O Rio Tinto Group informou no último dia 15 que a produção caiu 15% no último trimestre, depois que enchentes prejudicaram a produção de suas minas na Austrália Ocidental.

O canal comercial entre Brasil e China cria a maior fonte isolada de demanda por transporte marítimo porque a distância envolvida compromete os navios por mais tempo, segundo a corretora de afretamento Simpson, Spence & Young Ltd., sediada em Londres.

Link para a matéria

COMMENTS