Ativos das concessões da OHL recuam 16,1%

No Brasil, os ativos das concessões em 30 de abril deste ano totalizaram € 497,6 milhões, enquanto que na mesma época do ano passado era de € 824,1 milhões

Governo promete acelerar obras e regularizar terras
Audiência ressalta polêmica sobre contratação de motoristas de cargas
Presidente da Usiminas quer mais agilidade na duplicação da Fernão Dias

A queda em valores dos ativos das concessões no Brasil, Chile e México da Obrascon Huarte Lain Brasil (OHL) fizeram a empresa registrar declínio de 16,1% no ativo total das concessões em 30 abril de 2009, somando € 2,64 bilhões, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No Brasil, os ativos das concessões em 30 de abril deste ano totalizaram € 497,6 milhões, enquanto que na mesma época do ano passado era de € 824,1 milhões. No Chile recuaram de € 604,4 milhões em 30 de abril de 2008, para € 455,2 milhões. E no México ficou em € 1,20 bilhão.

Há pouco, as ações ordinárias negociadas na BM&FBovespa registravam desvalorização de 1,20%, cotadas a R$ 13,14.

COMMENTS