Fiat e PSA descartam um plano de fusão

A Fiat informou que seu conselho não estava avaliando nenhum plano de fusão, mas reiterou seu interesse em colaborar com outras montadoras

Chega ao País primeiro jato Embraer da Azul
Definido calendário para implantar trem-bala
Comissão rejeita projeto que proíbe caminhão em rodovia em feriado

O conselho da Fiat não está considerando um plano de fusão da companhia com outra montadora informou o grupo industrial italiano sexta-feira, após uma reportagem afirmar que Fiat está de olho em um acordo com a PSA Peugeot-Citroën.

Mais cedo, o jornal italiano Il Sole 24 Ore informou que uma consultoria estratégica e o banco de investimentos Mediobanca montaram um plano para fundir os negócios da Fiat com a PSA.

Sem citar fontes, o jornal acrescentou que o presidente- executivo da Fiat, Sergio Marchionne, ainda precisa decidir se ou quando apresentará o plano para o conselho.

Mais tarde, a Fiat informou que seu conselho não estava avaliando nenhum plano de fusão, mas reiterou seu interesse em colaborar com outras montadoras para reduzir custos e ingressar em novos mercados.

“Nenhuma proposta de fusão com outro grupo automotivo está atualmente sob análise”, segundo um comunicado. “É um fato público que a Fiat frequentemente examina oportunidades para acordos de vários tipos, que ofereceriam sinergias operacionais e acesso a novos mercados”.

Um porta-voz da PSA se recusou a comentar o assunto, mas reiterou comentários recentes feitos pelo grupo sobre o momento não ser adequado para conversar sobre fusões, já que a direção se concentra em como lidar com o declínio econômico.

COMMENTS