Braspress lança campanha de incentivo à contratação de pessoas com necessidades especiais

Empresa lançou um site para receber currículos de profissionais e irá adesivar seus cerca de 1.000 veículos com outdoor da campanha para incentivar o cumprimento da Lei de Cotas para Deficientes. Iniciativa tem o apoio do SETCESP

Braspress amplia capacidade operacional com novo CD em Barueri (SP)
Braspress inaugura nova filial em Minas
Braspress é premiada por projeto de rastreabilidade de cargas

braspress-28-01-2009-internA Braspress, gigante nacional das encomendas expressas, lançou nesta quarta-feira, 28 de janeiro, sua campanha de incentivo à contratação de pessoas com necessidades especiais, iniciativa que inclui a colocação de outdoors em toda a frota da transportadora e a criação de um site para receber os currículos dos profissionais.

Segundo Urubatan Helou, presidente da companhia, a campanha é necessária pois ainda há pouco incentivo aos portadores de deficiência para procurar o mercado de trabalho e as empresas precisam cumprir a Lei de Cotas. “Hoje, um portador de necessidades especiais que recebe a bolsa proveniente do governo ganha um salário mínimo sem sair de casa. Vindo trabalhar conosco em qualquer área da administração, o profissional irá ganhar no mínimo o dobro. Além disso, passados os primeiros três meses de adaptação e experiência, garantimos estabilidade de ao menos dois anos”, explica Helou, que lançou a campanha esta semana na companhia do presidente do SETCESP (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região) Francisco Pelucio.

Os trabalhadores interessados em ingressar na Braspress podem entrar em contato com a empresa e enviar seu currículo por meio do site criado pela campanha www.braspressinclusao.com.br. “A Braspress está dando o exemplo e o setor como um todo está se mobilizando para cumprir a Lei de Cotas. No SETCESP, oferecemos treinamento gratuito para os portadores de deficiência e toda a nossa estrutura física está adaptada para receber cadeirantes e pessoas com necessidades especiais de mobilidade”, comenta Francisco Pelucio.

De acordo com Urubatan Helou, a Braspress fez um investimento de cerca de R$ 200 mil para lançar a campanha, o que inclui os 1.000 outodoors adesivos que serão fixados nos baús dos caminhões, a criação do site e outras ações de comunicação. “Em nossa sede, em São Paulo, estamos já iniciando o projeto de adaptação do prédio. Nossas outras filiais, como são edifícios mais novos, já foram concebidas para ter acessibilidade total”, diz Helou.

O gerente nacional de RH da Braspress, Milton Braga, informou que a empresa hoje conta com 50 profissionais dentro da Lei de Cotas e que a transportadora terá que contratar mais 130 para cumprir o número de 5% em relação aos 3.200 funcionários que tem no total. “Esperamos ter sucesso com esta campanha, pois encontramos uma certa dificuldade em achar profissionais para cumprir a Lei”, relata Braga.

Publicação anterior

COMMENTS