Transpetro inicia segunda fase do Programa de Modernização e Expansão da Frota

Segundo informações da Transpetro, o prazo de entrega das propostas para outros sete navios incluídos nesta fase do Promef foi prorrogado, para permitir que os estaleiros sediados em Santa Catarina, estado atingido por enchentes e desabamentos, possam concorrer

Conab inicia cadastramento de armazéns em Goiás
SP planeja privatizar Rio-Santos e Tamoios
Minc nega mudanças em norma que prevê redução na poluição provocada por veículos

A Transpetro – subsidiária da Petrobras para o setor de logística – inicia hoje (15) a segunda etapa do Programa de Modernização e Expansão da Frota  Nacional de Petroleiros (Promef 2). A empresa receberá inicialmente propostas para a construção de 15 navios, divididos em quatro lotes.

Segundo informações da Transpetro, o prazo de entrega das propostas para outros sete navios incluídos  nesta fase do Promef foi prorrogado, para permitir que os estaleiros sediados em Santa Catarina, estado atingido por enchentes e desabamentos, possam concorrer. “O estado sedia potenciais na construção de bunkers e gaseiros”, justificou a empresa.

Ainda segundo a Transpetro, uma “novidade importante” da licitação desta segunda etapa é a encomenda de sete grandes petroleiros de posicionamento dinâmico (DP), que pela primeira vez serão fabricados no Brasil.

De acordo com a subsidiária da Petrobras, o lote 4 da licitação terá cinco navios de produtos de 30 mil toneladas de porte bruto (TPB) cada um, sendo três para derivados claros de petróleo e dois para derivados escuros. Já o segundo lote inclui três navios de 45 mil TPB para transporte de produtos claros.

O Programa de Modernização da Frota Nacional de Petroleiros, em sua segunda fase, prevê também a construção de dois gaseiros pressurizados de 4 mil metros cúbicos (lote 6); dois gaseiros semi-refrigerados de 12 mil metros cúbicos (lote 5) e três bunkers, destinados ao transporte de combustível para navios.

As propostas para essas unidades serão entregues em data a ser definida pela Transpetro. (Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil)

Link para a matéria

COMMENTS