Construção de viadutos em Porto Velho exige orçamento de R$ 112 milhões

Para melhorar o trânsito e adequar à cidade ao crescimento que se vislumbra com a construção das hidrelétricas do rio Madeira, a prefeitura elaborou o projeto Adequação de Trechos Rodoviários, que abrange três viadutos e está orçado em R$ 112 milhões

Wilson Sons adquire base operacional da Brasco
Comissão aprova fiscalização da gestão do seguro obrigatório
Audiência ressalta polêmica sobre contratação de motoristas de cargas

Durante audiência com o ministro Alfredo Nascimento (Transportes), a senadora Fátima Cleide (PT) e o prefeito Roberto Sobrinho conseguiram incluir na lista de obras prioritárias a construção de viadutos em Porto Velho.

Para melhorar o trânsito e adequar à cidade ao crescimento que se vislumbra com a construção das hidrelétricas do rio Madeira, a prefeitura elaborou o projeto Adequação de Trechos Rodoviários, que abrange três viadutos e está orçado em R$ 112 milhões.

A lista de obras prioritárias, elaborada pelo subsecretário de Planejamento e Orçamento do Ministério dos Transportes, Mauro Barbosa da Silva, com orientação do ministro, são encaminhadas à Casa Civil, que coordena os projetos de infra-estrutura do Programa de Aceleração de Crescimento, PAC. Nascimento determinou a inclusão dos viadutos na lista.

“Estão assegurados R$ 12 milhões no orçamento deste ano, para início das obras, e queremos a inclusão dos viadutos no PAC”, diz a senadora. Fátima apresentou, para o orçamento de 2009, nova emenda para os viadutos. “São obras estruturantes e por isso exigem a seqüência de indicação de emendas para garantir a continuidade das obras”, diz.

Segundo o prefeito Roberto Sobrinho, são necessários seis viadutos para melhorar o transito e facilitar a circulação das pessoas em Porto Velho.

No Trevo do Roque, na BR-364, o grande fluxo de caminhões de cargas tem causado problemas no trânsito e diversos acidentes. É neste ponto que um dos viadutos será construído.

O ministro Alfredo Nascimento reiterou apoio total às obras, registrando que o que tiver a seu alcance será feito para que os recursos sejam empenhados. Na audiência também esteve o deputado Eduardo Valverde.

COMMENTS