Crise não assusta JadLog, que amplia a frota

O aparelho se soma à frota de 26 aeronaves de uma das transportadoras de carga aérea expressa que mais crescem no Brasil

Câmara aprova ampliação da BR-080 até Matupá (MT)
Inmetro desenvolve projeto para uso direto de óleo vegetal em motores a diesel
Montadoras adotam férias coletivas e paradas técnicas como estratégia para evitar demissões

Nem mesmo no auge da crise financeira na semana passada, a JadLog recrudesceu. Pouco antes da onda de turbulência, a empresa havia fechado a compra por US$ 1,5 milhão de um novo avião Cessna Grand Caravan, quando a moeda americana era cotada a R$ 1,67. O aparelho se soma à frota de 26 aeronaves de uma das transportadoras de carga aérea expressa que mais crescem no Brasil. Aproveitando a extinção da Vaspex e as dificuldades da Varig Log, a JadLog projeta um crescimento de 140% este ano em sua receita.

“Vamos passar de um faturamento de R$ 23,3 milhões, em 2007, para R$ 63 milhões este ano”, afirmou Ronan Hudson, diretor da JadLog. “Mesmo em momentos de crise, olhamos as oportunidades. A ampliação dos negócios em patamar muito acima do mercado irá compensar uma eventual retração decorrente da crise financeira internacional”, explicou ele, que já encomendou mais dois aviões Cessna para entrega em 2009, com o dólar a R$ 2,10.

Para Hudson, se houver redução no volume de encomendas neste final de ano, será pequeno e não deverá alterar as projeções da empresa. De acordo com ele, o desempenho da JadLog está sustentado no volume de operações, conquista e ampliação de negócios em segmentos como rodoviário e e-commerce.

Braço do grupo Jad, a JadLog conseguiu já neste ano atrair 60 franqueados que prestavam serviços para a Varig Log, que vive uma crise em razão de disputa entre os sócios. A JadLog, que conta atualmente com 306 franqueados, prevê chegar a 330 até dezembro, e alcançar 450 unidades em 2009.

A nova aeronave fará a linha diária entre São Paulo e Porto Alegre para atender clientes que necessitam enviar remessas de variados itens, como eletroeletrônicos, informática e medicamentos. A expectativa é que o volume transportado na rota Porto Alegre São Paulo cresça cerca de 40% com a compra do novo Cessna Grand Caravan.

“A aquisição de mais uma aeronave amplia nossa infra-estrutura para realizar as entregas com agilidade, reduzindo a dependência dos horários de vôos comerciais, que são definidos em função da necessidade dos passageiros, e não das cargas”, afirma Hudson, ex-funcionário da Vaspex. Ele foi dos vislumbraram o mercado com a falência da antiga subsidiária da Vasp. “Além disso, o avião permitirá à JadLog fazer conexão com toda nossa malha aérea e rodoviária do interior do Rio Grande do Sul, e assim oferecer prazos imbatíveis”, acrescenta o executivo.

Além dos 26 aviões próprios, com capacidade de até 1,5 tonelada; o grupo Jad possui ainda 800 veículos utilitários, 200 caminhões e carretas. A frota conta ainda com 600 veículos dos franqueados. De acordo com Hudson, a empresa mantém parcerias comerciais com todas as companhias aéreas nacionais e acordos com grandes empresas do setor para transporte internacional.

A expectativa é transportar, até dezembro, mais de 2,5 milhões de unidades – o equivalente a 15 mil toneladas -, em comparação a 780 mil volumes em 2007. Para Hudson, este crescimento será possível, entre outros fatores, ao aumento da demanda pelos serviços da JadLog e ao constante incremento de franqueados. (Wagner Oliveira – Gazeta Mercantil)

Link para a matéria

COMMENTS