Motos e caminhões “conquistam” ladrões

Veículos superam aumento de roubos e furtos de carros

Programa da Conab atenderá mais 700 agricultores familiares no Paraná
Importações fazem movimentação de cargas no Porto de Santos crescer quase 20% em maio
Detran investiu R$ 634,8 milhões nas estradas do Paraná desde 2003

O destaque do número de furtos e roubos de veículos em Curitiba, que aumentou 14% no segundo trimestre desse ano, ficou por conta das motos e caminhões.  O  número de motocicletas furtadas aumentou em 50%, passando de 72 para 108 motos do segundo trimestre de 2007 para o segundo trimestre deste ano.

O que chama atenção também é o número de caminhões roubados, que passou de 12 para 37 de um ano para outro — um aumento de 208,33%. No quesito furtos, o aumento foi menor, de 6 para 10 (66,67%). Mas o índice de recuperados,  caiu 52,63%. No segundo trimestre do ano passado, foram recuperados 19 caminhões; já no mesmo período desse ano, foram apenas 9.

Para compensar, o número de motocicletas recuperadas aumentou 74,29%.  O número de carros furtados na capital subiu 21,75%, passando de 639 no segundo trimestre do ano passado para 778 no segundo trimestre de 2008. Já os carros roubados passaram de 91 para 102 — 12,09%.

No Estado — O aumento dos índices de furto e roubos de veículos em Curitiba puxou o índice para cima no Estado. Sem a Capital, o Mapa do Crime revela queda de 2,32% no quesito furto e roubo de carros. Com Curitiba, o índice revela aumento de 3,86%. Estamos trabalhando intensamente no combate ao furto e roubos de veículos, principalmente com o combate aos desmanches. O aumento deste tipo de crime neste trimestre em relação ao ano passado é justificado pelo grande número de veículos licenciados. Nunca se vendeu tanto carro como neste ano. Mesmo assim, conseguimos ter um saldo positivo”, explicou o delegado chefe da DFRV, Itiro Hashitani.

COMMENTS